quinta-feira, 22 de setembro de 2011

- ( Ai, quem me Dera... )- Vinícius de Moraes
















Ai, Quem Me Dera
(Vinicius de Moraes)


"Ai, quem me dera! terminasse a espera
Retornasse o canto simples e sem fim.
E ouvindo o canto se chorasse tanto
Que do mundo o pranto se estancasse enfim

Ai, quem me dera! ver morrrer a fera
Ver nascer o anjo, ver brotar a flor
Ai, quem me dera! uma manhã feliz
Ai, quem me dera! uma estação de amor

Ah, se as pessoas se tornassem boas!
E cantassem loas e tivessem paz...
E pelas ruas se abraçassem nuas.
E duas a duas fossem casais...

Ai, quem me dera! ao som de madrigais.
Ver todo mundo para sempre afim...
E a liberdade nunca ser demais.
E não haver mais solidão ruim...

Ai, quem me dera! ouvir o nunca-mais.
Dizer que a vida vai ser sempre assim.
E, finda a espera, ouvir na primavera
Alguém chamar por mim."

sábado, 17 de setembro de 2011

---( BONSAI-HUMANO )---









- O BONSAI -

"Só quem tem a sensível capacidade de amar incondicionalmente, é capaz de dedicar sua vida a cultivar , através da Arte, plantas e pessoas... Tive , em minha vida, a oportunidade de ter pacientemente construído lindos "bonsais- humanos" , que foram alvo dos meus mais puros e verdadeiros sentimentos... Estes são os seres que mais amo nesta vida. Uns, eu ainda os conservo... Outros, infelizmente se foram... Mas até estes ,eu ainda os amo... e muito... Estão guardados na minha mente e no meu espírito. Fazem parte de mim...
Talvez, não por me considerar uma espécie de ser misantropo. Mas sim , por ter sido desde que nasci neste mundo , uma pessoa que sempre gostou muito de plantas, é que penso que Deus tenha me escolhido para ser o artista responsável pelo trabalho de educação e de indução pelas técnicas características, na transformação de uma planta-humana num lindo Bonsai.
Confesso que dediquei anos de profundos estudos e trabalhos sistemáticos na elaboração estética do estilo de bonsai escolhido. Foram momentos intensos e de profunda paciência para a obtenção da forma desejada...
Este bonsai-humano , assim como os demais que cultivei em minha vida. Me trouxe , especialmente , muitos momentos felizes e também momentos de dificuldades , de dor e de medo. Medo de não conseguir alcançar meu objetivo maior: Fazê-lo crescer moral e espiritualmente . Me servi , além de ser seu artista-jardineiro, como seu tutor, seu esteio, sua base. Seu Porto-seguro, mesmo que , em muitos casos , eu estivesse frágil e vulnerável... Doei à este arvoredo-gente, o que havia de melhor em mim em termos de presença, disponibilidade, sentimentos , conselhos , força e fé. Desejei , como nunca havia desejado antes , fazer deste bonsai , a minha mais linda obra-prima. E assim o fiz !
Diferentemente dos cultivares literalmente vegetais que conhecemos , os bonsais-humanos têm vontade própria. Têm Livre-arbítrio e o direito de fazer o seu próprio caminho na vida. E não tenho como negar a dor, o vazio e a profunda tristeza que senti no dia em que percebi que o meu bonsai querido estava gradativa e inexoravelmente se afastando de mim...
Foi a sua escolha... Sua decisão... Por mais que me pergunte a razão e não encontre respostas à altura da perda em meu coração . Hoje , já não o tenho mais em meu jardim. Seu lugar está vazio... Mas além , muito além desta doída sensação de vazio . Posso , em certas ocasiões , ainda sentir a sua presença. Sinto ainda o perfume de suas folhas , pressinto seus conflitos e por mais que tente exercitar em mim o desapego , não consigo esquecê-lo nem um dia sequer. E confesso que fica quase sempre impossível controlar o transbordamento de minha sincera e pura emoção na forma de doídas lágrimas de saudades . É muito bom poder ajudar aos outros. É divina a sensação de praticar o Bem maior à quem se ama. Eu continuo o mesmo jardineiro de sempre. Mas minha plantinha querida ,mudou... E parece ter me esquecido. Mas tenho a consciência absolutamente tranquila de ter semeado sempre as melhores e as mais lindas sementes em seu coração. E como eu sonhei em vê-las todas germinar !!! Paradoxalmente , dói muito me perceber caído no ostracismo das lembranças e do coração de quem tanto gosto !
No afã de querer ver minha obra concluída, investi o que havia de melhor em mim... Queria que o bonsai se desenvolvesse logo. Queria assistir de perto as suas primeiras floradas , provar dos seus doces frutos. E me sentir recompensado ao ver a Beleza plena do meu trabalho concluído. Mas por amar demais , fui pueril. E esqueci que algumas plantas, além das raízes , caules , flores , folhas e frutos . Algumas espécies também podem ter seus acúleos ( espinhos ). E infelizmente , querendo fazer o bem , acabei por me ferir nos acúleos de uma planta que julgava também me amar com igual intensidade...
E como já havia desenvolvido convivência e intimidade junto à este ser vegetal . E ter um importante trabalho de condução ao caminhos da Luz , da Paz e da Verdade, me sinto como se fosse o seu co-criador. Um alguém por ele responsável . É como se uma concessão tivesse sido dada a mim por Deus por ter sido o jardineiro escolhido para tão singular missão. Aprendi a desenvolver por esta pequena árvore-humana, um tipo de amor único. Algo diferente de tudo o que já havia sentido antes pelas minhas outras plantas e flores... Tenho por este bonsai , um amor protetor e pleno , como o de um Pai. Puro e desinteressado , como o amor de um Filho. E transcendente à vida material , como o amor do Espírito Santo... Amor que se utiliza desta licença poética , fundamentado na seriedade e no firme propósito de um alguém que já viveu muitas vidas no Passado espiritual e que reconhece esta espécie de bonsai-gente de remotas existências. E me servi do bonito símbolo da figura de um " Anjo da Guarda" para guiar e salvaguardar os destinos desta planta-gente nos caminhos difíceis e perigosos que trilhamos neste planeta árido de altruísmo desinteressado e reconhecimento às práticas do bem e do amor.
Hoje , me sinto só ... Oco, como madeira apodrecida devorada por cupins . Minha alma sente imensamente a falta da minha planta favorita. As coisas mudam e eu já não mais aguardo o retorno de minha planta numa próxima primavera. Me sinto num triste outono afetivo. Mas estou certo que mesmo que jamais torne a vê-la , a amarei até o fim. E de onde eu estiver, sempre estarei a velar e a interceder junto aos bons anjos por sua sorte e felicidade. O verdadeiro amor nunca morre! Ainda que o artista acabe, a obra sempre ficará ! "
-( Eduardo Araújo )-


*******************************


" Se não houver frutos, valeu a beleza das flores; se não houver flores, valeu a sombra das folhas; se não houver folhas, valeu a intenção da semente."

( Henfil )

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

---( LEMBRA DE MIM )---

Clipe Artístico executado pelo Artista Plástico Eduardo Araújo num tom intimista , reflexivo , nostálgico... A música linda na voz do Cantor Sérgio Saint nos fala de Amor , Lembranças , Saudades de um plano de Vida sonhado a dois , mas que se perdeu , que naufragou ...


**************************



Segue a letra desta rica canção de Amor Irrestrito:



--( Lembra de Mim - Sérgio Saint )--




Lembra de mim... Em uma bíblia que você nunca mais leu; Lembra de mim... Num silêncio em seu quarto em oração. Eu vou te ver envelhecer De coração aqui. Paz te dou, menino meu Lembrei-me de você... Lembra de mim ! Lembra de mim... Quando a cor do pôr-do-sol enche o céu . Lembra de mim... Quando vê a natureza em perfeição. Eu vou te ver envelhecer De coração aqui. Paz te dou, menino meu; Lembrei-me de você... Lembra de mim ! Lembra de mim... Quando uma criança brinca e vê você. Lembra de mim... Quero tanto te falar, Quero tanto te olhar, Quero sim te ver sorrir... Eu vou te ver envelhecer; De coração aqui. Paz te dou, menino meu... Lembrei-me de você... Lembra de mim ! (Vou te ver envelhecer, Paz te dou, menino meu) Lembra de mim (De coração aqui, Lembrei-me de você)




video

" O Trem e o Pássaro "- Fragmentos Poéticos...




- O Trem -

" Ás Vezes somos como um trem...
Pessoas entram em nossas vidas. Tomam seus lugares, como se seguissem sempre o mesmo caminho que o nosso.
Mas depois elas se vão... Desembarcam...
E continuamos seguindo o nosso curso... Seguimos a nossa vida.
E essas pessoas ? Eu não sei !
Em seu silêncio elas desceram do meu trem... Sem explicações... "
( autor desconhecido )
************

Não há nada mais triste do que o grito de um trem no silêncio noturno. É a queixa de um estranho animal perdido, único sobrevivente de alguma espécie extinta, e que corre, corre, desesperado, noite em fora, como para escapar à sua orfandade e solidão de monstro. ( Mário Quintana )

*************
- O Pássaro -

Imagine um pássaro...
sozinho, num pleno negro.

sem ter
como gerar filhotes
ou construir seus ninhos.
Encolhido de medo.
Um pássaro
sem a cor
e o aroma das flores,
sem ter para quem cantar
ou sequer um galho
para pousar.

Imagine que o pássaro
não tenha como ver,
não tenha como voar,
não tenha água para beber
ou grão para se alimentar

Imagine esse pássaro
sem o brilho do dia,
sem o sol ou a chuva,
sem o silêncio da noite.

Um pássaro sem nenhum sentido
para viver
Um pássaro
esperando, sozinho, sua hora de morrer.
Imagine ,agora,
o que seria a solidão!!
( Solidão - André Marques)

*****************


P.S.: - Eu compreendo bem este caso... São as contradições de um mundo populoso ao extremo , mas cada vez vez mais egoísta... E isso faz da Terra um planeta com Muitos bilhões de seres solitários. Só mesmo Deus para nos dar alento e esperança. Desejo Boa sorte aos que ainda mantém puro o seu coração. ( EDUARDO ARAÚJO )

terça-feira, 13 de setembro de 2011

---( MÀSCARAS )---

As Máscaras que constam nesta postagem , também são obras que executo... São obras inspiradas no Carnaval de Veneza e são para uso decorativo residencial. E também me serviram para ilustrar esta edição ,que aborda poeticamente, a alegoria da máscara. Espero que vocês leiam o que segue abaixo e reflitam profundamente sobre o real sentido da vida... O que vale mais ? SER BOM na essência ??? Ou apenas PARECER BOM aos olhos da Sociedade ?? A Máscara que encanta na aparência , mas que esconde as deformidades da alma , do coração e do comportamento moral. Pensem sobre isso e busquem a evolução de suas almas nesta vida. Desejo á todos PAZ e LUZ , Sempre !




O Artista plástico Eduardo Araújo utiliza a grande beleza da letra e música MÁSCARAS , na voz da cantora Rafaela Pinho para exprimir toda a solidão , o vazio e a dor que cala fundo na alma e no coração de muitas pessoas neste mundo... Mundo populoso , mas egoísta em sua grande maioria. Mundo materialista , superficial , hipócrita e desumano... Mundo que aprendeu a viver sem a Presença de Deus... Sem respeitar o que há de bom em seus semelhantes. Sem respeitar os sentimentos puros e ingênuos de uma minoria crédula , que é composta ainda por pessoas honestas , verdadeiras , íntegras , leais , fieis , sensíveis e humanas na sua expressão mais sagrada. Represento neste clipe o sentimento doloroso de ter que calar , por simplesmente não ter pra quem dizer nada... De ter tanto a ensinar , compartilhar e aprender . Mas falta a presença de um alguém que não use o subterfúgio das " Máscaras" . Máscaras que escondem a sua verdadeira essência. Máscaras que são bonitas por fora , mas que escondem uma alma nem sempre tão meritória ou bondosa... Lamento o futuro e a sorte de quem vive " representando " , através de suas muitas faces , de suas muitas " máscaras" , ser um alguém falsamente bom e íntegro. Alguém que sem o menor pudor , sentimento de culpa ou remorso utiliza máscaras até nas suas palavras... Palavras gentis , amáveis , doces, mas que são calculistas , frias e que passam bem longe do coração. Palavras mentirosas , traiçoeiras , que como punhais traidores , servem como " armadilhas" utilizadas para o mal... Valorizo quem não precisa de uma máscara para viver... Valorizo um alguém que não minta , que não represente ser o que não é. Que não engane. Algúem que seja digno também de ser chamado Filho de Deus. Mais que uma canção ,este clipe é um desabafo e uma oração ao Bom Deus-Pai, que tudo vê e tudo pode. E que jamais desampara seus bons filhos que padecem solitários num mundo cada vez mais desigual e frio... _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Abaixo segue o clipe artístico que fiz com esta canção profunda . A mesma se encontra postada no Youtube, com grande números de acessos , em se tratando de algo bom , poético , puro e valoroso... Normalmente as pessoas se interessam mais por escândalos e coisas de baixa vibração espiritual e clipes com estes temas , geralmente são os grandes campeões de acessos na Internet... Felizmente os meus têm sido vistos por pessoas boas de alma e que se interessam por mensagens de conteúdo útil e de engrandecimento moral e espiritual. E é para pessoas assim que realizo meus trabalhos de Artes. Em suas mais amplas concepções... O endereço do clipe no YOUTUBE é o : http://www.youtube.com/watch?v=IMuKeW3_egM Segue abaixo a letra e o clipe desta lindíssima canção de Amor , na linda voz da cantora Rafaela Pinho.

-- ( Máscaras - Rafaela Pinho )--


Estou aqui, tentando olhar no espelho ver o rosto de alguém feliz. Finjo ser o que não sou . Mas tudo acabou. No fundo eu estou me sentindo triste, tão sozinho. Quero me esconder, Será que alguém me vê? Mas eu sei que o meu Deus vê meu coração . E a minha solidão . Me abraça , me ampara . Não quero mais fugir por isso estou aqui . Te peço , me ouve, me ajuda. Bem atrás da máscara que eu criei , Há um coração em dor, cansado de sofrer . Cansado de fingir, mostrar o que não é . O que aconteceu com os meus sonhos ? Aonde eu errei ? Eu quero acertar. Mas eu sei, que o meu Deus vê meu coração . E a minha solidão . Me abraça, me ampara . Não quero mais fugir , por isso estou aqui . Te peço : me ouve ! Me ajuda! Quem realmente eu sou? É o que Ele vê ao olhar pra mim . Sem máscaras hoje estou Diante dos Seus olhos de Amor. Seus Olhos de Amor.... Mas eu sei que o meu Deus Vê meu coração e a minha solidão . Me abraça . me ampara . Não quero mais fugir , por isso estou aqui . Te peço : óh, meu Senhor ! Me ajuda !! Quem realmente eu sou? É o que Ele vê ao olhar pra mim.
video

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

---( Imagens Sacras )---






Apresento fotos de algumas das muitas imagens de Arte Sacra que desenvolvo de forma autodidata nestes 16 anos de trabalhos artísticos... São obras em variadas técnicas de pinturas. Umas , são na tradicional Policromia Barroca com douração. Outras , são num bonito efeito de Metalização em tons dourados , acobreados e prateados... Além de fotos de algumas das muitas exposições realizadas em diversos Espaços Culturais e em òrgãos Públicos.
Espero que vocês apreciem a simbologia dos tons , as formas e os efeitos visuais destas obras realizadas com paciência , minúcia e muita dedicação. Acredito que todo artista é também um missionário de Deus. E eu transmito , através das minhas mãos , alma e Fé , as habilidades de um Dom concedido a mim pelo Grande Artista-Maior : DEUS . Sou apenas um Instrumento D'Ele e procuro á cada dia continuar a ser merecedor do Amor Divino por mim.





/-vSW1-hh51Eo/Tm06tjgpiYI/AAAAAAAAAR4/qJwisNZ-_7o/s1600/IMG_0029.JPG">
























---( A LENDA DAS LÀGRIMAS )---






---( A LENDA DAS LÁGRIMAS )---

Contam as lendas que, quando o Criador concluiu a sua obra, dividiu-a em departamentos e os confiou aos cuidados dos Anjos. Após algum tempo, o Todo Poderoso resolveu fazer uma avaliação da sua criação e convocou os servidores para uma reunião. O primeiro a falar foi o Anjo das luzes. Postou-se respeitosamente diante do Criador e lhe falou com entusiasmo: "Senhor, todas as claridades que criastes para a Terra continuam refletindo as bênçãos da sua misericórdia.
O Sol ilumina os dias terrenos com os resplendores divinos, vitalizando todas as coisas da natureza e repartindo com elas o seu calor e a sua energia. Deus abençoou o Anjo das luzes, concedendo-lhe a faculdade de multiplicá-las na face do mundo.

Depois foi a vez do Anjo da terra e das águas, que exclamou com alegria:

"Senhor, sobre o mundo que criastes, a terra continua alimentando fartamente todas as criaturas; todos os reinos da natureza retiram dela os tesouros sagrados da vida. E as águas, que parecem constituir o sangue bendito da sua obra terrena, circulam no seio imenso, cantando as suas glórias.

O Criador agradeceu as palavras do servidor fiel, abençoando-lhe os trabalhos.

Em seguida, falou radiante, o Anjo das árvores e das flores.

"Senhor, a missão que concedestes aos vegetais da Terra vem sendo cumprida com sublime dedicação. As árvores oferecem sua sombra, seus frutos e utilidades a todas as criaturas, como braços misericordiosos do vosso amor paternal, estendidos sobre o solo do planeta.

Logo após falou o Anjo dos animais, apresentando a Deus seu relato sincero.

Os animais terrestres, Senhor, sabem respeitar as suas leis e acatar a sua vontade. Todos têm a sua missão a cumprir, e alguns se colocam ao lado do homem, para ajudá-lo. As aves enfeitam os ares e alegram a todos com suas melodias admiráveis, louvando a sabedoria do seu Criador.

Deus, jubiloso, abençoou seu mensageiro, derramando-lhe vibrações de agradecimento.

Foi quando, então, chegou a vez do Anjo dos homens. Angustiado e cabisbaixo, provocando a admiração dos demais, exclamou com tristeza:

"Senhor, ai de mim! Enquanto meus companheiros falam da grandeza com que são executados seus decretos na face da Terra, não posso afirmar o mesmo dos homens…

Os seres humanos se perdem num labirinto formado por eles mesmos. Dentro do seu livre-arbítrio criam todos os motivos de infelicidade. Inventaram a chamada propriedade sobre os bens que Lhe pertencem inteiramente, e dão curso ao egoísmo e a ambição pelo domínio e pela posse. Esqueceram-se totalmente do seu Criador e vivem se digladiando.

Deus, percebendo que o Anjo não conseguia mais falar porque sua voz estava embargada pelas lágrimas, falou docemente:

Essa situação será remediada. Alçou as mãos generosas e fez nascer, ali mesmo no céu, um curso de águas cristalinas e, enchendo um cântaro com essas pérolas líquidas, entregou-o ao servidor, dizendo:

Volta à Terra e derrama no coração de meus filhos este líquido celeste a que chamarás água das lágrimas…

Seu gosto é amargo, mas tem a propriedade de fazer que os homens me recordem, lembrando-se da minha misericórdia paternal. Se eles sofrem e se desesperam pela posse passageira das coisas da Terra, é porque me esqueceram, esquecendo sua origem divina.

… E desde esse dia o Anjo dos homens derrama na alma atormentada e aflita da humanidade, a água bendita das lágrimas remissoras.

A lenda encerra uma grande verdade: cada criatura humana, no momento dos seus prantos e amarguras, recorda, instintivamente, a paternidade de Deus e as alvoradas divinas da vida espiritual

( Autor Desconhecido )

( Recomendo a todos a assistirem atentamente a um dos clipes mais simbólicos e importantes para mim pelo contexto das mensagens da letra da música e pelo apanhado das imagens artísticas contidas nele... Vale á pena refletir bastante sobre tudo o que consta no Clipe " MÀSCARAS". Por favor , copiem o acesso ao clipe no Youtube e colem no seu navegador e assistam:

http://www.youtube.com/watch?v=IMuKeW3_egM )